Boa experiência conta mais que preço na hora de realizar compras online, diz Zoom

Yolanda Fordelone

12 de novembro de 2013 | 11h05

iphone.jpg

Comparador de preços lança hoje serviço que garante entrega do produto ou o dinheiro de volta, em até R$ 3 mil. Foto: Kiichiro Sao/AP

“O barato pode sair caro”, mas parece que esse ditado o brasileiro já aprendeu nas compras online. Segundo pesquisa do Zoom (site comparador de preços), o item mais importante na hora de executar uma compra não é mais o preço e sim o histórico de boa experiência com o site. Do total dos 3 mil pesquisados, 31% apontou que prioriza compras onde já teve boa experiência e 28% opta por sites que lhe passam confiança na entrega.

“Se a pessoa teve uma boa experiência na compra, ela acaba voltando no futuro”, diz o CEO do Zoom, Adriano Lopes, ao lembrar que uma aquisição sem problemas nunca é comentada entre os amigos, mas a experiência ruim sempre é difundida na internet.

Pensando nisso, a empresa lançou nesta terça-feira, 12, um novo serviço aos internautas, o Zoom Garante, em que passará a garantir gratuitamente a entrega do produto ou o dinheiro de volta, até o valor de R$ 3 mil. O projeto, que vem sendo elaborado desde maio, exigiu algumas mudanças no site. “Fizemos uma limpa, tirando do leque de ofertas as lojas que anunciavam mas não tinham nota fiscal do produto, as que tinham má reputação, entre outros problemas”, explica.

Com isso, devem surgir menos situações em que todas as lojas anunciam a R$ 1 mil determinado produto e apenas uma oferece a compra pela metade do preço. “Excluímos lojas aventureiras, deixando todo mundo que anuncia ali num mesmo patamar de confiança, o que facilita a pesquisa do consumidor”, diz Lopes.

A ideia é que a partir de agora quando o consumidor tiver algum tipo de problema ele reclame ao Zoom e a empresa faça a intermediação da resolução com a loja. Será negociado um novo prazo de entrega, que em geral não poderá passar de um mês. Segundo o Zoom, é preciso olhar os dois lados do negócio, pois às vezes pode ter havido um problema pontual na entrega, como um assalto ao caminhão na estrada, greve dos Correios, entre outros. Mas caso o lojista não cumpra o prazo, o Zoom então executará a garantia e devolverá o dinheiro da compra ao consumidor.

Para ter a proteção basta que na hora de efetivar a compra o consumidor assinale que a deseja. “Aparecerá uma frase no site do lojista perguntando algo como: ‘Você deseja ter a garantia do Zoom?'”, explica Lopes. Também é necessário que a pessoa tenha um cadastro prévio no Zoom.

A intenção é fidelizar o cliente, tanto para que ele volte ao site de pesquisas como para que ele compre mais com os fornecedores que anunciam ali. Lopes conta que antes deste serviço o site já possuía um setor de “Fale conosco” e recebia reclamações de problemas de entrega, algo que agora deve haver mais soluções.

Tudo o que sabemos sobre:

compraentregaInternet

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.