Cresce procura por imóveis ‘compactos’; incorporadora lança apartamento de 48 m²

Yolanda Fordelone

12 de novembro de 2013 | 15h22

Seguindo a tendência do mercado que cada vez mais mostra que a procura por imóveis pequenos está em alta, a ACS Incorporadora resolveu apostar no segmento de micro apartamentos. A empresa, do Grupo EMS Pharma, lançou na Vila Mascote o residencial Beat da Vila, com 84 unidades e duas opções de tamanha: 48 e 59 metros quadrados. O menor imóvel possui apenas um dormitório. O de 59 m², dois cômodos.

As vendas dos “compactos”  aumentou principalmente com a maior procura por profissionais solteiros, divorciados e casais sem filhos, que priorizam a localização em detrimento a espaços amplos.

A incorporadora garante que, apesar do tamanho pequeno dos apartamentos, os prédios também possuem uma boa área de lazer. Há piscina parcialmente coberta, deck, salão de festas, sala de massagem e outros benefícios.

apartamento.jpg

ap2.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Locação

O número de novos contratos de aluguel de imóveis residenciais na cidade de São Paulo cresceu 27% entre janeiro e setembro de 2013 na comparação com o mesmo período do ano passado, segundo pesquisa de administração imobiliária, Lello. Os imóveis mais procurados tanto para locação quanto para venda foram os apartamentos de um e dois dormitórios, com no mínimo uma vaga de garagem e bem localizados, ou seja, próximo do trabalho. Itens como área de lazer e segurança foram indispensáveis na procura por esses tipos de imóveis.

Segundo a imobiliária e administradora, também houve crescimento de 21% no número de imóveis residenciais usados (prontos para morar) na comparação entre os dois períodos.

O valor médio dos alugueis neste ano ficou em R$ 2 mil, contra R$ 1,8 mil em 2012. Já o valor dos imóveis comercializados entre janeiro e setembro deste ano ficou em R$ 550 mil, maior do que o preço constatado em 2012, que era de R$ 500 mil.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.