Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Desemprego, descontrole financeiro e nome emprestado são as causas da inadimplência

Yolanda Fordelone

23 de abril de 2014 | 15h24

Desemprego, descontrole financeiro e nome emprestado foram as principais causas da inadimplência no primeiro trimestre de 2014, segundo a Pesquisa Perfil do Inadimplente realizada pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito).

No empréstimo dos nomes, os homens se mostram mais precavidos.  De acordo com a pesquisa, 8% dos homens ficaram inadimplentes em consequência dessa atitude. Entre as mulheres, o porcentual sobe para 13%.

Segundo o estudo, o consumidor inadimplente está cauteloso para comprar, mas considera que sua situação financeira é melhor atualmente do que no ano passado. Além disso está otimista: prevê que vai melhorar nos próximos meses. Quando isso acontecer, seu principal sonho de consumo é comprar um carro ou uma moto.

Nas compras, os vilões são os móveis, eletrodomésticos e eletroeletrônicos. Para a maioria dos consumidores (22%), a aquisição desses bens foi a causa da dívida. Alimentos são a causa de 19% das dívidas e vestuários e calçados, de 15%.

O valor das dívidas não é elevado: 35% disseram de dívidas de R$ 501 a R$ 2 mil e 31% devem até R$ 500. Para os pesquisadores da Boa Vista SCPC, a despeito de se perceberem mais endividados, os consumidores demonstram que estão avançando no controle de suas finanças.

Tudo o que sabemos sobre:

devedordívidainadimplência

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.