Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Mulheres têm 65% dos consórcio de serviços

Por meio do consórcio de serviços é possível, por exemplo, realizar cirurgias plásticas, procedimentos estéticos, pagar festa de casamento ou de formatura, a faculdade, cursos técnicos ou mesmo uma viagem

Yolanda Fordelone

09 de setembro de 2014 | 07h50

O público feminino domina o consórcio de serviços, segundo uma pesquisa da Quorum Brasil por solicitação da  Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (Abac). O levantamento mostrou que 65% dos consorciados neste segmento são mulheres.

Por meio do consórcio de serviços é possível, por exemplo, realizar cirurgias plásticas, procedimentos estéticos, pagar uma festa de casamento ou de formatura, a faculdade, cursos técnicos ou mesmo uma viagem. O resultado vai em linha com o que mostra o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) que 35% dos lares brasileiros têm como chefe de família uma mulher.

O sistema de consórcios contava em agosto com 5,98 milhões de consorciados ativos que participam dos segmentos de veículos automotores, imóveis, eletroeletrônicos e outros bens duráveis, além de serviços. A amostra da Quorum aponta que do total 36% são mulheres.

No final de agosto, os consórcios acumulavam 888,9 mil contemplados e registravam quase um milhão e meio de novas adesões. O total de créditos comercializados com as novas cotas, nos seis primeiros meses, chegou a R$ 47,2 bilhões, enquanto o volume de créditos disponibilizados ao mercado pelas contemplações atingiu R$ 24,5 bilhões.

Tudo o que sabemos sobre:

consórciocréditoperfilpesquisa

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: