Endividado, brasileiro pretende gastar menos no Dia das Mães

Endividado, brasileiro pretende gastar menos no Dia das Mães

Menos consumidores planejam comprar presente e os que vão presentear querem gastar menos, segundo a Boa Vista SCPC

Yolanda Fordelone

06 Maio 2015 | 12h10

Foto: Paulo Pinto/Estadão

Foto: Paulo Pinto/Estadão

Dívidas acumuladas pelos filhos nos últimos meses podem causar um desconforto neste Dia das Mães. Mais consumidores pensam em não presentear as mães e cresceu o porcentual daqueles que querem gastar menos. 

Segundo pesquisa da Boa Vista SCPC, caiu de 86% em 2014 para 75% a fatia de consumidores que planeja comprar presentes para a data. Do total, 38% pretendem gastar menos com o presente em 2015 (no ano passado o porcentual era de 25%).

O principal motivo para não comprar presentes para o Dia das Mães é a situação financeira: 48% dos entrevistados que não irão presentear estão endividados. A retração é mais acentuada nas classes D e E e na classe C.

Valor. Aumentou de 30% para 40% o porcentual de pessoas que pretendem gastar até R$ 100 com o presente, a menor faixa de valor da pesquisa. A maioria (63%) dos entrevistados pela Boa Vista SCPC pretende pagar o presente para o Dia das Mães à vista, dos quais 52% usarão dinheiro. Dos 37% que farão a compra parcelada, 67% utilizarão cartão de crédito.

Além das mamães… As mães não serão as únicas presenteadas na data. Embora 54% dos que comprarão lembranças vão homenageá-las, 15% comprarão presentes para a sogra, 8% para esposas, 7% para avós, 6% para irmãs, 5% para tias e 5% outras pessoas como amigas e colegas de trabalho.

Mais conteúdo sobre:

consumoDia das Mãespresente