Febraban lista canais alternativos à agência bancária durante a greve no setor

Yolanda Fordelone

19 de setembro de 2013 | 13h09

greve_SergioCastroEstadao.JPG

Apesar de não ser o foco, agências bancárias foram afetadas hoje pela greve dos bancários. Foto: Sérgio Castro/ Estadão

Nesta quinta-feira,19, o Procon-SP fez um alerta: os bancários fazem greve, mas nem por isso as contas devem deixar de serem pagas. Diante da paralisação, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) divulgou uma nota em que apontou os canais de atendimento dos bancos, além das agência bancárias.

Segundo os grevistas, o foco da greve será na parte administrativa dos bancos, mas neste primeiro dia de paralisação o funcionamento das agências também foi impactado.

Veja também:

 Saiba como não se prejudicar durante a greve

A Federação também chamou atenção para o fato de cliente com mobile banking ter crescido. Por este canal, é possível consultar saldos, verificar extratos, contas de investimentos, home broker (compra e venda de ações) e pagar títulos via Débito Direto Autorizado (DDA), mas os serviços variam de acordo com a instituição.

Tudo o que sabemos sobre:

bancáriosgreve

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.