FGTS já provoca crescimento de consórcios

Yolanda Fordelone

29 de março de 2010 | 15h24

Apesar das facilidades do financiamento oferecidas hoje em dia, ao que tudo indica a compra de imóveis e carros por meio de consórcios continua popular. No setor de imóveis, houve crescimento de 46,4% nas adesões ocorridas nos consórcios nos primeiros dois meses do ano em relação a janeiro e fevereiro de 2009. O número saltou de 25 mil para 36,6 mil novas cotas. 

Já nos automóveis, o Sistema de Consórcios registrou alta de 38,7% no mesmo período, de 56 mil novas cotas vendidas para 77,7 mil. 

O aquecimento da economia e a segurança no emprego ajudaram no crescimento desta modalidade de compra. No caso dos imóveis, pesou ainda a expectativa da entrada do FGTS para a amortização de parcelas de consorciados (Leia matéria sobre o assunto).

Desde o dia 18 de março, trabalhadores com Fundo de Garantia do Tempo de Serviço podem usar recursos da conta para amortizar, liquidar e pagar parte das prestações de consórcio imobiliário. A medida, que já havia sido aprovada em 2009, só esperava a regulamentação da Caixa Econômica Federal.

Tudo o que sabemos sobre:

carrosconsórciofinanciamentoimóveis

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.