seu bolso

E-Investidor: O passo a passo para montar uma reserva de emergência

Mesmo se juro subir, fundos ainda perderão da poupança

Yolanda Fordelone

16 de abril de 2013 | 12h32

cofre_StockXchng.jpg

 Poupança antiga ganha de todos os fundos conservadores; Nova poupança perde de poucos, como os fundos com taxa de administração de 0,5%. Foto: Stock Xchng

Ainda que, conforme parte do mercado espera, o juro básico da economia (Selic) seja elevado de 7,25% para 7,5% ao ano na reunião do Copom que se encerra nesta quarta-feira, 17, o investimento na poupança continuará mais interessante do que o dos fundos, segundo a Associação Nacional dos Executivos de Finanças Administração e Contabilidade (Anefac).

A rentabilidade da poupança, garantida por lei, é de Taxa Referencial mais 0,5% ao mês, quando a Selic está acima de 8,5%, ou de 70% da Selic, quando o juro está em 8,5% ou abaixo disso. Ela não sofre tributação de Imposto de Renda. Já sobre os fundos incide o IR de 22,5% a 15%, conforme o prazo da aplicação.

No cenário com a Selic a 8,5% ao ano, a poupança antiga renderia 0,5% ao mês, ganhando dos fundos conservadores (DI e renda fixa). Para os depósitos feitos a partir de 3 de maio de 2012, onde vale a regra nova de rentabilidade de 70% da Selic, o rendimento ficaria em 0,43%, perdendo assim, dos números em vermelho abaixo.

 

Prazo de Resgate Taxa de administração
0,50%1,00%1,50%2,00%2,50%3,00%
Até 6 meses 0,44%0,42%0,39%0,37%0,34%0,32%
Entre 6 meses e 1 ano   0,46%0,43%  0,41%0,38%0,36%0,33%
Entre 1 ano e 2 anos0,47%0,45%0,42% 0,40%0,37%0,35%
Acima de 2 anos  0,49%0,46%0,44%0,41%0,39% 0,36%

 

Segundo a Anefac, com a Selic atual, de 7,25% ao ano, a poupança nova só perde para os fundos, independente do prazo de resgate, quando a taxa de administração cobrada por estes for a mais baixa (de 0,50% ao ano), normalmente para investidores com mais dinheiro (aplicações de valores acima de R$ 50 mil).

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: