seu bolso

E-Investidor: O passo a passo para montar uma reserva de emergência

Com análises técnica e fundamentalista, gráfico interativo traz evolução do Ibovespa

Yolanda Fordelone

18 de março de 2014 | 13h11

grafico.jpg

A evolução histórica do Ibovespa desde 1963 pode agora ser acompanhada agora pelo celular. A Enfoque Informações Financeiras editou um pôster do indicador em um gráfico indexado ao dólar (cujo propósito é corrigir a inflação) e destaque para os fatores econômicos e eventos que tiveram algum tipo de influência no mercado, bem como os presidentes, a moeda em circulação e a variação anual do Produto Interno Bruto (PIB).

O gráfico interativo, que teve apoio da BM&FBovespa, está disponível para para iPad e tablets Android. O aplicativo é gratuito e pode ser baixado diretamente da AppStore ou do Google Play.

História. O Ibovespa foi criado em 1968 em plena expansão econômica que foi chamada à época de milagre brasileiro. O gráfico, entretanto, em 1963, pois o consultor financeiro e diretor-geral da Enfoque, Fausto de Arruda Botelho, nunca se conformou em não saber onde teria se iniciado esta alta, que resultou no topo de 1971, após o qual os preços caíram por 12 anos.

Um amigo da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) lhe indicou a solução: antes do Ibovespa existiu o IBV (Índice da Bolsa de Valores do Rio de Janeiro) que começou a ser publicado em 1963. Após uma visita à Biblioteca Nacional e seis meses de consulta a jornais antigos, Botelho traçou um gráfico que iniciando em 1963 mostrava claramente o “fundo do poço” em 1965, o que segundo ele fez sentido. “Após o golpe militar em 1964, os militares rapidamente puseram o país no eixo do desenvolvimento econômico e um ano depois, em maio de 1965 a Bolsa começou a subir rumo ao topo de 1971”, diz o consultor.

Para Fausto Botelho, o período de cinco anos do IBV incorporados ao gráfico do Ibovespa foi de uma importância enorme, em especia para a análise técnica, uma vez que “o fundo de 1965 é um ponto fundamental para traçarmos a reta suporte de longo prazo do Ibovespa”. O suporte é uma reta que funciona como piso da pontuação em determinado período.

Esta reta no passado já foi tocada cinco vezes pelo Ibovespa e Botelho acredita que o índice pode se aproximar dela novamente num futuro próximo. O suporte traçado no gráfico é o ângulo de inclinação de alta que os preços estão respeitando nos últimos 50 anos, segundo a Enfoque.

Tudo o que sabemos sobre:

açõesbovespa

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: