seu bolso

E-Investidor: O passo a passo para montar uma reserva de emergência

Investimentos: quem ganhou e quem perdeu em abril

Yolanda Fordelone

30 de abril de 2013 | 10h04

euro_MorgueFile.jpg

Euro liderou a alta; investimento se dá pela compra da moeda ou por fundos cambiais.

Fonte: Morgue File

O euro e os títulos de dívida pública indexados à inflação lideram o ranking de investimentos em abril, segundo um relatório divulgado pelo administrador de carteiras Fábio Colombo. As rentabilidades foram calculadas até o dia 29 de abril.

A Bolsa de Valores de São Paulo figura entre as aplicações que menos renderam. Na verdade, quem aplicou em ações neste mês, na média, perdeu 2,9% até esta segunda-feira, 29. O ouro também teve forte queda, de 9,18%. Veja os resultados abaixo:

Balanço de abril (até 29/04)

1º- O Euro, alta de 1,12%.

2º- Os Títulos indexados ao IPCA, com o IPCA de abril projetado em 0,48%, devem fechar acima dos demais fundos de aplicações a juros, com rendimento bruto na faixa de 0,65% a 0,80%, dependendo do prazo do papel.

3º- Os Fundos de Renda Fixa puros devem fechar o mês com rendimento bruto na faixa media de 0,60% a 0,75%, superior aos Fundos DI; dependendo da composição da carteira e taxa de administração do fundo.

4º- Os Fundos DI devem fechar o mês com rendimento bruto na faixa de 0,50% a 0,65%, dependendo da taxa de administração do fundo.

5º- A Poupança com aniversário em 1° de maio apresenta rendimento líquido de 0,41%.

6º- Os Títulos indexados ao IGPM, com o IGPM de abril apresentando inflação de 0,15%, devem fechar o mês com resultados baixos, com rendimento bruto na faixa de 0,30% a 0,45%, dependendo do prazo do papel.

7º- O dólar, queda de 0,84%.

8º- A bolsa, queda de 2,60%.

9º- O ouro, queda forte de 9,18%.

Balanço de 2013 (até 29/04)

1º- Títulos indexados ao IPCA + 3,46% (indicativo)

2º- IPCA + 2,43% (estimativa)

3º- Fundos DI + 2,30% (média)

5º- Fundos de Renda Fixa + 2,25% (média)

4º- Títulos indexados ao IGP-M + 1,93% (indicativo)

6º- Poupança (1,66%)

7º- IGP-M (0,99%)

8º- Dólar (1,96%)

9º- Euro (2,99%)

10º- Bolsa (9,95%)

11º- Ouro (14,16%)

Segundo Colombo, por conta da queda do Ibovespa em abril, a recomendação é de os investidores façam compras gradativas de ações, para assim pagar um preço médio (nem caro, nem barato) em cada papel.

Tudo o que sabemos sobre:

euroinvestimentosIPCAranking

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: