Mais de metade das ações de educação financeira no Brasil está na internet

Yolanda Fordelone

15 de abril de 2014 | 13h33

pesquisa.JPG

A internet tem se tornado cada vez mais importante nas iniciativas de educação financeira. São ferramentas, blogs, cursos online e muita informação sobre os mais diversos temas. Um levantamento inédito da Estratégia Nacional de Educação Financeira (ENEF) constatou que 50% das inciativas do tema têm alcance nacional, especialmente por terem a internet como um dos meios de acesso. Os números são do 1º Mapa de Educação Financeira no Brasil.

“Acredito que a internet é uma forma de atingir a população massivamente, principalmente os jovens”, explica o diretor de educação financeira da Federação Brasileira de Bancos (Febraban),  Fabio Moraes.

A pessoa física é o foco dos projetos de educação financeira (60%). Ações direcionadas exclusivamente a pessoas jurídicas representam apenas 1% do total. As mistas, tanto para a pessoa física como a jurídica, somam 39%.

Regionalmente, o Sul e Sudeste ainda dominam os projetos de educação financeira. Na ponta contrária, aparecem o Norte e Nordeste. “Apesar de receber fortes investimentos governamentais na área de inclusão social,  na parte financeira está atrasado. Apenas 3% das ações ocorrem ali”, diz a superintendente da AEF-Brasil, Silvia Moraes. A instituição foi a organizadora da pesquisa.

Acesso gratuito. Outro dado importante mostrado na pesquisa é que 60% das ações são gratuitas. Apenas 8% são pagas e 32% são mistas (parte gratuitas, parte pagas). Entre as oportunidade de projetos, Silvia aponta a educação financeira direcionada a públicos e locais mais vulneráveis, como idosos e a baixa renda). Além disso, aponta a especialização como maneira de diferenciar os diferentes públicos. A educação voltada a empreendedores também tem espaço para crescer, uma vez que a pessoa jurídica representa um pequeno público dos cursos e projetos do tema.

Tudo o que sabemos sobre:

educação financeira

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.