Na hora das compras, identifique se nota do Real é verdadeira em 8 passos

Yolanda Fordelone

13 de dezembro de 2012 | 09h10

nota_FabioMottaEstadao.JPG

 Sentir o relevo em algumas partes das notas é uma das dicas.

Foto: Fábio Motta/ Estadão

Época de compras significa mais dinheiro circulando entre os brasileiros. Desde o lançamento do Real, em 1994, não houve nenhum caso grave de falsificação. O volume não é grande, segundo o Banco Central. Mesmo assim, o BC toma ações preventivas de informar a população como se identifica uma nota falsa.

No mundo, a prevenção também ocorre:  as autoridades emissoras buscam atualizar o design das notas frequentemente, a fim de agregar elementos de segurança tecnologicamente mais sofisticados. Alguns cuidados podem ser tomados pelos consumidores para evitar problemas. Abaixo as dicas para as duas séries de notas lançadas pelo BC.

Família antiga (1994)

1) Se segurada contra a luz, a nota apresenta uma marca d’água, no lado que contém a numeração. Nas notas de R$ 50 e R$ 10, por exemplo, é a figura da República.

ilatente.gif

2) Observando a frente da cédula (lado que contém a numeração), olhe a partir do canto inferior esquerdo, colocando-a na altura dos olhos, sob luz natural abundante: ficarão visíveis as letras “B” e “C”.

3) Há uma estrela do símbolo das Armas Nacionais nos dois lados da cédula.

4) O papel legítimo é menos liso que o papel comum. Além disso, a impressão apresenta relevo na figura da República (efígie), onde está escrito “Banco Central do Brasil” e nos números do valor da cédula.

Nova família (2010)

5) Também há marca d’água: nas cédulas de R$ 50 a figura da onça-pintada e número 50 e nas cédulas de R$ 100 a figura da garoupa e número 100,

6) Com a frente da nota na altura dos olhos, na posição horizontal, onde haja bastante luz, é possível ver aparecer o número indicativo do valor dentro do retângulo no lado direito da nota.

Escondido_fam2.jpg

7) Ao movimentar a nota, a faixa à esquerda da frente da cédula tem efeitos:

– Nota de R$ 50: o número 50 e a palavra Reais se alternam, a figura da onça fica colorida, e na folha aparecem diversas cores em movimento.

– Nota de R$ 100: o número 100 e a palavra Reais se alternam, a figura da garoupa fica colorida, e no coral aparecem diversas cores em movimento.

8) Também é possível sentir o alto-relevo. Na frente, na legenda “República Federativa do Brasil”, no numeral do canto inferior esquerdo, no numeral do canto superior direito (somente nas notas de R$ 50 e R$ 100) e nas extremidades laterais da nota. No verso (somente nas notas de 20, 50 e 100 reais), na legenda “Banco Central do Brasil”, na figura do animal e no numeral.

Todo o roteiro de verificação está no site do Banco Central.

Cédula suspeita

Caso o consumidor receba uma nota suspeita ele deve adotar alguns procedimentos.

Em um terminal de auto-atendimento ou caixa eletrônico:

– Dentro de uma agência bancária e durante o expediente –  retire um extrato que comprove o saque, preferencialmente no mesmo terminal, e vá ao gerente da agência para pedir providências. Se não obtiver solução satisfatória, o cidadão deve procurar uma delegacia policial mais próxima para registrar uma possível ocorrência.

– Fora de uma agência ou do horário do expediente bancário – retire um extrato que comprove o saque, preferencialmente no mesmo terminal, e procure uma delegacia policial para registrar uma possível ocorrência. Na primeira oportunidade, dirigir-se ao gerente de sua agência bancária para pedir providências.

Em transações do dia a dia:

– Se desconfiar da nota, você pode recusá-la e avise o dono do estabelecimento.

Tudo o que sabemos sobre:

cédulaconsumofraudenotaReal

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.