Pesquisa: 64% dos consumidores já se arrependeram por compras impulsivas

finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Pesquisa: 64% dos consumidores já se arrependeram por compras impulsivas

Segundo pesquisa da SPC Brasil e do Meu Bolso Feliz, 22,8% afirmam que vale a pena fazer uma dívida para comprar uma roupa que faça a pessoa se sentir especial

Yolanda Fordelone

29 de setembro de 2014 | 10h55

Foto: Free Images

14,7% dos consumidores gastam mais do que o planejado para exibir estilo ou mostrar personalidade. Foto: Free Images

Você já fez uma compra por impulso e depois se arrependeu? Tem uma trouxa de roupas que comprou e nunca usou? Então você faz parte dos 64,2% dos brasileiros que já se arrependeram por ter comprado coisas que não precisavam. O dado foi levantado em pesquisa encomendada pelo portal Meu Bolso Feliz e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). No total, 656 consumidores foram ouvidos.

“O ato de comprar pode provocar uma sensação de bem estar, euforia e relaxamento, o que induz os consumidores a agir por impulso em busca desse tipo de recompensa e prazer imediato. Além disso, o bombardeio publicitário e as facilidades do parcelamento dão a impressão de que essas compras não vão abalar o próprio orçamento”, diz o educador financeiro do Meu Bolso Feliz, José Vignoli.

Os consumidor admitem ter compras por impulso, mas somente quando estão com algum dinheiro no bolso. Segundo a pesquisa, 55,7% do total de entrevistados negam que fazem compras por impulso quando querem comprar muito alguma coisa. Se estão podendo, a situação é diferente: seis em cada dez consumidores (60,1%) afirmam que só fazem compras impulsivas, “quando o orçamento permite”.

De modo geral, o estudo mostra que 14,7% dos consumidores gastam mais do que o planejado para exibir estilo ou para mostrar a própria personalidade. Além disso, 22,9% parcelam as compras para poder comprar ainda mais.

Ainda segundo a pesquisa, duas em cada dez pessoas (22,8%) entrevistadas concordam que vale a pena fazer uma dívida para comprar uma roupa que as façam sentir especiais e 21% dos ouvidos fazem gastos não planejados somente para se sentirem valorizados.

Tudo o que sabemos sobre:

compras por impulsoconsumo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: