Especialista indica papéis do setor bancário

Tânia Rabello

28 de maio de 2010 | 18h38

6094100_MarcosdePaula.jpg

No mês, o Ibovespa, principal termômetro da bolsa brasileira, soma queda de 8,27%. Esse número, a princípio, é de dar calafrios, porém, para quem está fora da bolsa, eis uma boa oportunidade, segundo especialistas em finanças pessoais. 

“O princípio básico da economia é comprar na baixar e vender na alta”, diz Júlio Mora, operador sênior da TOV Corretora. E ele recomenda alguns papéis que podem ser mais acertivos nesse momento: os do setor bancário estão no topo da lista. “Esses papéis caíram muito”, afirma a TOV Corretora em comunicado. O Itaú Unibanco, por exemplo, caiu 11,01% no mês, a R$ 33,54, o Bradesco PN recuou 7,44%, em maio, para R$ 29,43.

“Certamente, quem aproveitar essas quedas exageradas e assumir um risco, mas com cautela e humildade, comprando com fundamento e um pouco aqui e pouco ali, fará ótimos negócios”, completa Mora.

Tudo o que sabemos sobre:

bolsaItaú Unibancoqueda

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.