Turista encontra diferença de até 7% na compra de dólar em bancos e corretoras

Yolanda Fordelone

04 de julho de 2013 | 08h08

A variação de cotação na compra de dólar pode chegar a 7%, considerando o valor de US$ 1 mil, segundo levantamento da associação Proteste. No último dia 26 de junho, a Proteste comparou a cotação do dólar e euro em 27 instituições, entre corretoras, bancos e casas de câmbio.

O HSBC apresentou a maior cotação pesquisada. Cada dólar saía por R$ 2,433 e ainda é cobrada uma taxa de R$ 64,50 para compra. Para a venda da moeda, os bancos são desvantajosos e a pesquisa deve ser feita entre as casas de câmbio e corretoras.

Veja também:

Ranking traz instituições com as melhores taxas de câmbio

Alta do dólar tira poder de consumo do turista

Alta do dólar traz mais malefícios do que benefícios

O consumidor ao comprar moeda em uma casa de câmbio tem uma maior margem de negociação da cotação em função da quantidade de dinheiro que for comprar. Mas é importante conferir se se trata de casa regularizada, cadastrada no Banco Central, alerta a Proteste. Confira abaixo alguns resultados da pesquisa:

Bancos

BancosDólar*Euro*Taxa cobrada por operação
Compra (R$)Venda (R$)Compra (R$)Venda (R$)
Banco do Brasil2,252,112,932,74R$ 60,00
Bradesco2,322,13,032,74R$ 60,00
Caixa2,272,162,982,8R$ 20,00
Citibank2,34 (correntista) ou 2,37 (não correntista)2,063,06 (correntista) ou 3,09 (não correntista)2,68Não há
HSBC2,362,053,082,65R$ 64,50
Itaú2,343,04Não há
Santander2,323,02R$ 20,00

Corretoras

CorretorasDólar*Euro*
Compra (R$)Venda (R$)Compra (R$)Venda (R$)
Intercam2,282,142,972,8
Banco Ourinvest2,323,04
Socopa2,292,143,032,8
Decyseo **2,322,0732,8
Previbank 2,332,13,032,85
Dourada **2,32,1832,88
ARC **2,32,153,012,76
Correparti C2,292,15
Maxima **2,32,073,032,71
Pioneer2,32,172,992,83

* Em todas as operações de compra e venda de moedas há cobrança de IOF, de 0,38%.
* As corretoras Decyseo, Dourada, ARC e Maxima já incluem o IOF na taxa divulgada.

Tudo o que sabemos sobre:

câmbiodólar

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.