Um em cada quatro brasileiros fechou fevereiro com conta no vermelho

Pesquisa mostra que o valor médio de juros pagos pela utilização do cheque especial foi de R$ 199

Yolanda Fordelone

24 de março de 2015 | 08h52

O controle das contas ainda não é um ponto forte do brasileiro. Segundo um levantamento do site de organização de finanças pessoais GuiaBolso, 24% dos correntistas brasileiros encerraram fevereiro com o saldo negativo (incluindo na conta o cheque especial e adiantamento ao depositante). O valor médio de juros pagos pela utilização do cheque especial foi de R$ 199.

No Sudeste, o porcentual de correntistas que estavam no cheque especial ficou em 26%. O valor médio de juros pagos, porém, foi 21% menor do que a média nacional, totalizando R$ 157.

Na ponta da listagem, o Norte aparece como o estado com o maior percentual de usuários com o saldo negativo (29%), mas o menor valor médio de juros pagos (R$ 79). As regiões Sul e Centro-Oeste empatam no menor percentual de usuários no vermelho (25%), enquanto a região Nordeste lidera o ranking de maior média de valor pago nos juros do cheque especial (R$ 254).

Os dados fazem parte de um levantamento feito pelo GuiaBolso entre 24 e 28 de fevereiro de 2015 e consideram uma amostra de 11.993 usuários do serviço.

Tudo o que sabemos sobre:

cheque especialcontagastosorçamento

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.