A teoria ‘FOO’ dos investimentos

Paul Krugman

21 de junho de 2011 | 17h45

Atualmente, temos um consagrado artigo de fé, e não só para a direita radical, mas para muitas Pessoas Sérias, segundo o qual os investimentos declinaram por causa do “FOO” – o “Fear of Obama”, o Medo de Obama.

Mas não é nada disso. Os investimentos vêm crescendo rapidamente desde o começo da recuperação econômica; ainda são reduzidos, mas isto era de se esperar, considerando que a economia continua em crise, e a capacidade excedente é muito grande. Brad DeLong tem um gráfico interessante:

Evidentemente, o FOO é uma espécie de lado negro da História da Carochinha da Confiança dos consumidores americanos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.