Será que os republicanos vão apoiar a reforma financeira?

Paul Krugman

25 de março de 2010 | 18h04

Chris Dodd parece pensar que é capaz de atrair alguns senadores republicanos para sua causa, e alguns comentaristas políticos concordam com isso. Mas eu aposto no contrário. Acredito que os republicanos continuam ansiosos por negar a Obama qualquer vitória posterior; e estão ansiosos para cair nas graças dos banqueiros, que não querem ter seus passos monitorados por assistentezinhos ordinários.

Não acho que a reforma financeira possa ser implementada por meio da reconciliação, e por isso o Partido Republicano não precisa se preocupar com um sucesso democrata mesmo diante de uma oposição unificada.

Espero estar errado a respeito disso. Mas custo a acreditar numa reforma financeira, a não ser que, por remota que pareça essa possibilidade, Obama consiga retratar os republicanos em termos tão negativos – como defensores da plutocracia – que estes se vejam obrigados a ceder para limitar o estrago em sua imagem.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.