S&P

Paul Krugman

19 de abril de 2011 | 15h33

Pois bem, parece que a Standard&Poor’s alertou que pode rebaixar a nota dos Estados Unidos nos próximos dias. Numa primeira leitura, os comentários da agência não parecem tão tolos: eles destacam, com razão, o problema do impasse político.

A questão deveria ser que os EUA podem muito bem suportar simultaneamente déficits consideráveis e um ajuste fiscal ao longo do tempo – a não ser que os partidos sejam incapazes de chegar a um acordo sobre alguma solução, seja ela qual for. O que quer que façamos em relação aos gastos no ano presente ou no próximo será irrelevante.

Dito isto, vale lembrar que a S&P rebaixou a nota do Japão em 2002 – e eis o que ocorreu:

jgb10.jpg

Os títulos da dívida japonesa ficaram conhecidos como “compras mortais”, pois as pessoas insistiam em apostar num aumento dos juros sobre esses papéis – aumento que nunca ocorria.

Assim sendo, não faz grande diferença se a S&P rebaixar a nota dos EUA.

Atualização: Como eu disse, não faz muita diferença:

sandp.jpg

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.