As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Com piora do mercado de trabalho, 40,8% dos brasileiros aceitariam redução de salário

Pesquisa CNT/MDA mostra que 40,8% dos brasileiros aceitariam uma redução salarial para manter o emprego

Luiz Guilherme Gerbelli

21 de julho de 2015 | 12h27

A piora no mercado de trabalho já faz com que boa parte dos brasileiros admita abrir mão de parte do salário. A pesquisa CNT/MDA divulgada nesta terça-feira, 21, mostra que 40,8% dos entrevistados aceitariam uma redução salarial para manter o emprego. Outros 51% rejeitariam essa proposta.

Uma das explicações para esse comportamento pode ser a elevada preocupação dos entrevistados com a possibilidade de perder do emprego. Segundo a pesquisa, 50% dos brasileiros temem o desemprego. A preocupação é maior entre os mais jovens, de 16 a 24 anos, e menor entre os que têm acima de 60 anos.

Por nível de escolaridade, o medo é maior entre os que cursaram do 6.º ano ao 9.º ano (55,1%) e, no recorte por renda familiar, a preocupação atinge principalmente os brasileiros que ganham de dois a cinco salários mínimo (51,5%).

O levantamento também apurou que 69,9% dos entrevistados conhecem alguém que ficou desempregado nos últimos seis meses.

A pesquisa CNT/MDA fez 2.002 entrevistas entre os dias 12 e 16 de julho. A margem de erro é de 2,2 pontos porcentuais com um nível de confiança de 95%.

Tudo o que sabemos sobre:

Empregosalário

Tendências: