Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Maioria dos conselheiros de Parelheiros aprova construção de aeroporto na região

marinagazzoni

14 de abril de 2014 | 18h20

A Harpia Logística fará uma nova tentativa para liberar a construção do Aeródromo Privado Rodoanel, localizado no bairro Parelheiros, na zona sul de São Paulo.A empresa apresentará uma ata da reunião realizada na última sexta-feira pelo Conselho Participativo Municipal de Parelheiros, na qual a maioria dos conselheiros se posicionaram a favor do projeto, para tentar conseguir a autorização da Prefeitura de São Paulo para o novo aeroporto.

A Prefeitura vetou a construção do aeroporto no ano passado. O projeto recebeu no ano passado a aprovação da Secretaria de Aviação Civil (SAC) para operar com foco em aviação executiva. A Cetesb ainda não concluiu a avaliação do projeto.

Dos 19 integrantes do Conselho Participativo Municipal de Parelheiros, 11 votaram a favor da construção do aeroporto, três foram contrários e os demais não participaram da votação, segundo a coordenadora do conselho, Francesca Andrade.

O conselho é formado por membros eleitos pelos moradores de uma região, mas não tem poder decisório nas políticas municipais. A Prefeitura de São Paulo classifica o conselho como “um organismo autônomo da sociedade civil, que visa ampliar a participação popular e transparência nas Subprefeituras”. Segundo a prefeitura, “o papel dos conselheiros é exercer o controle social no planejamento, fiscalizar as ações e gastos públicos nas regiões e sugerir ações e políticas públicas”.

A ata da reunião de sexta-feira do conselho de Parelheiros ainda não foi divulgada, mas será publicada no Diário Oficial do município.

Efeitos. O presidente da Harpia, André Skaf, diz que a votação refuta a tese de que a população local é contrária ao projeto. “A maioria dos conselheiros votou a favor do projeto. Eles representam os moradores e foram eleitos. Isso mostra que a população local é a favor”, disse.

A coordenadora do conselho, uma das três que votou contra o projeto, insiste que a população é contra e diz que os conselheiros que votaram a favor do novo aeroporto representam suas opiniões pessoais.

A Harpia Logística quer aproveitar a revisão do plano diretor de São Paulo para discutir regras para a construção de novos aeroportos em São Paulo. “A cidade não pode ficar sem novos aeroportos. O que defendemos é estabelecer regras para que a construção possa ser feita de forma regulamentada”, disse Skaf.

O aeroporto de Parelheiros prevê investimentos de R$ 300 milhões em infraestrutura aeroportuária e um total de R$ 1 bilhão, valor que considera a incorporação imobiliária dos hangares e áreas adjacentes.

Tudo o que sabemos sobre:

aeroportoharpia

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.