As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Multa por fumar a bordo é de US$ 8.200 no Qatar

marinagazzoni

13 de novembro de 2013 | 07h39

Fumar a bordo é proibido por questão de segurança em todo o mundo. Mas o passageiro que desrespeitar essa regra pode pagar bem caro na Qatar Airways. A legislação do país, que se aplica aos voos da companhia, prevê multa de US$ 8.200 para quem fumar durante o voo.

A multa pode ser ainda maior se o passageiro tentar danificar o detector de fumaça. Nesse caso, a penalidade sobe para multa de US$ 27 mil e três anos de prisão. Essa pena também vale para qualquer comportamento considerado “indecente” a bordo, casos de abuso físico ou verbal e ações que atrapalhem a segurança de voos.

Brasil. A legislação brasileira também proíbe que os passageiros fumem a bordo de aeronaves e qualquer veículos de transporte coletivo. Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o passageiro que infringir a lei poderá ser enquadrado no artigo nº 261 do Código Penal.

O artigo considera crime “expor a perigo aeronave ou embarcação” e prevê como pena prisão de dois a cinco anos. Não há previsão de multa.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: