As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Facebook alcança um milhão de anunciantes

Cley Scholz

19 de junho de 2013 | 00h15

O Facebook acaba de conquistar o número de um milhão de anunciantes globais ativos. O número é considerado um marco para a rede social, que se esforça para  melhorar a sua rentabilidade. A propaganda é responsável por 85% da receita da empresa, mas os acionistas reclamam do valor das ações, que estão quase 40% abaixo do valor de lançamento em maio do ano passado.

Para conquistar espaço comercial, a empresa vem lançado aplicativos e investindo em comerciais para melhorar sua imagem. A rede acaba de lançar como funcionalidade para os internautas a possibilidade de uso de hashtags, que ajudam as pessoas a descobrir mais sobre as conversas de outros internautas.

Para divulgar  o seu aplicativo Home, lançado recentemente, o Facebook criou uma série de comerciais que mostram como a navegação via celular pode ajudar as pessoas a distrair-se quando enfrentam situações tediosas.

O Home foi criado para facilitar a navegação no Fecebook em aparelhos Android. Em um dos comerciais, o próprio criador do Facebook, Mark Zuckerberg, aparece comandando uma reunião para anunciar aos funcionários a nova ferramenta de navegação.

Um dos funcionários começa a navegar no celular, fazendo as notificações da rede social invadirem a sala. Surgem cortadores de grama motorizados disputando uma corrida, uma cabra cantora em cima da mesa e, no final, a sala vira uma grande piscina em clima de festa. Mas só o sono do celular se diverte.

Em outro comercial, uma jovem em um jantar familiar também se distrai no celular, fazendo aparecer na sala um baterista, bailarinas em cima da mesa e uma nevasca com amigos brincando de guerra com bolas de neve que só ela percebe.

A ideia do comercial é mostrar que a navegação no Facebook via celular pode ser tão interessante que é capaz de trazer um novo mundo para a vida de quem navega. E também ampliar a base de usuários para captar mais anunciantes.

Tudo o que sabemos sobre:

FacebookZuckerberg;hashtag

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.