As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Improviso e efeitos especiais

Yolanda Fordelone

14 de outubro de 2013 | 06h41

O Estado de S. Paulo

O site de classificados bomnegocio.com coloca no ar a partir de hoje o segundo filme de uma série de três comerciais desenvolvidos pela agência NBS. É a primeira vez que a empresa lança mão de celebridades para divulgar seus serviços na TV, em rede nacional. Quem estrelou o primeiro filme foi a socialite Narcisa Tamborindeguy – que deu vida a uma cômoda “inconveniente”.

No segundo comercial, o humorista Paulo Gustavo “personifica” uma bicicleta esquecida na garagem. Duas amigas são surpreendidas pelas reclamações insistentes da “bike” até que ela desaparece de repente. O sumiço da bicicleta tem explicação: a menina anunciou no site de classificados e vendeu a bike ‘num piscar de olhos’ para acabar com aquela ladainha.

A gravação foi feita num condomínio da Barra da Tijuca, no Rio, em apenas um dia. Foi mais demorado encaixar a cabeça do humorista numa caixa para produzir o efeito especial do que gravar o texto. No improviso, Paulo Gustavo levou menos de 15 minutos para fazer a cena. Colocar a cabeça do humorista na cestinha da bicicleta foi um trabalho para especialistas em computação gráfica. O “efeito especial” levou uma semana para ser produzido.

O primeiro filme trouxe Narcisa como garota propaganda. Confira:

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.