Neymar exibe ‘sunga da sorte’, mas grife nega vínculo comercial
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Neymar exibe ‘sunga da sorte’, mas grife nega vínculo comercial

Craque brasileiro que já fez vários comerciais de cuecas causa polêmica ao baixar calção para exibir sunga nas cores da bandeira

Cley Scholz

24 de junho de 2014 | 13h27

Neymar abaixou o calção para deixar a sunga à mostra durante o jogo (Foto:AFP)

O atacante Neymar Jr. , goleador da seleção brasileira, aproveitou o jogo contra Camarões, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, para fazer marketing de uma marca de sunga de uma grife carioca.

O jogador já havia aproveitado outras partidas antes da Copa, jogando pelo Barcelona, para mostrar cuecas de outra empresa para a qual faz comerciais.

Leia também:  

‘Neymar e Cristiano Ronaldo disputam mercado de cuecas’

Ao voltar do vestiário apos o intervalo da partida desta segunda-feira, 23, o goleador abaixou o short branco do uniforme, deixando à mostra a sunga nas cores do Brasil. O assunto virou tema de comentários nas redes sociais.

A sunga foi exibida novamente no fim da partida, quando o jogador tirou a camisa para comemorar a vitória.

Nesta terça-feira, a grife de moda praia carioca Blue Man divulgou fotos da ‘sunga da sorte’ de Neymar, informando que ela foi enviada para o jogador na concentração. A empresa informou que todos os outros titulares e reservas receberam o presente, com um bilhete contendo votos de boa sorte.

A grife garante que Neymar desta vez não tinha qualquer vínculo comercial com o produto, diferentemente do que aconteceu durante outras exibições de cuecas feitas pelo jogador durante recentes jogos pelo Barcelona. A sunga patriótica, segundo a empresa, custa R$ 191,00.

Grife distribuiu fotos da ‘sunga da sorte do Neymar’, mas negou vínculo comercial (Divulgação)

Tudo o que sabemos sobre:

Copa 2014NeymarNeymar Jr.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.