bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Vem pra Rua’ da Fiat tem paródia com protestos

Cley Scholz

15 de junho de 2013 | 02h07

Poucas semanas após ser lançada, a música da campanha da Fiat para a Copa das Confederações Fifa 2013 está fazendo sucesso como fundo musical de outro filme, que mostra os protestos contra o aumento da tarifa de ônibus e a ação da Polícia Militar de São Paulo.

A campanha da Fiat convoca para as ruas a torcida brasileira com seguinte refrão: “Vem pra rua porque a rua é a maior arquibancada do Brasil”, na voz de Falcão, do grupo O Rappa, gravada especialmente para a montadora de veículos.

Criada pela Agência Fiat/AgênciaClick Isobar e Leo Burnett Tailor Made, a campanha incentiva o brasileiro a sair às ruas para torcer, com imagens que unem duas grandes paixões nacionais, carro e futebol. A música foi liberada na internet para ser compartilhada gratuitamente.

Após a ampla divulgação de vídeos amadores e de reportagens de televisão mostrando a onda de manifestações recentes contra o aumento das passagens de ônibus, uma edição das imagens de violência,  assinada pela TVT (treta.com.br), está fazendo sucesso com a mesma trilha sonora de Falcão.

Na noite de sexta-feira, 14, horas após ser postado, já estava com quase 15 mil de visualizações, com muitas cenas de bombas de gás, pancadaria por parte dos policiais e vandalismo do outro lado.

Para completar a edição, cenas da atriz Regina Duarte no papel de Chiquinha Gonzaga, brigando contra o aumento das passagens. As cenas do seriado de 1999 da Globo, sobre a compositora libertária brasileira do fim do Século XIX, também se espalharam-se com força na internet nos últimos dias, animando as discussões sobre os protestos.

Veja abaixo o filme da Fiat e compare com a versão da TVT, acima.

Leia também:

‘Com aumento da busca no Google, Revolta do Vinagre vira termo no Wikipedia

Procurado pela polícia, vinagre subiu quase 9 vezes a inflação em SP

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: