Plano Agrícola e Pecuário 2014/2015
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Plano Agrícola e Pecuário 2014/2015

Jose Vicente Caixeta Filho

22 de maio de 2014 | 22h35

 

 

 

Vale a pena dar uma consultada na apresentação disponível no

Fico orgulhoso de ver os números, dados e estatísticas sobre o segmento agropecuário brasileiro. Por outro lado, fico lembrando de um encontro que tive com um velho conhecido, consultor de empresas, a quem não via há um certo tempo, que desfilava na cidade com um super carrão importado. Ao cumprimentá-lo pelo sucesso profissional  – representado pelo carrão – qual foi a minha surpresa ao saber que era todo ele financiado e que tinha que manter aquela imagem para atrair mais clientes…

A peça semântica que permeia o Plano é notável. O “Estadão” mesmo publicou em 19/05/2014 que “o governo federal elevou em 14,7% o crédito disponível , na comparação com 2013/14, para um valor recorde de R$ 156,1 bilhões, um montante que deverá ser suficiente para a produção brasileira de grãos e oleaginosas atingir a marca histórica de pelo menos 200 milhões de toneladas”.

Acho muito estranho tanto crédito ser oferecido. Será que sobrou bastante dos anos anteriores? Por que será que mesmo assim produtores – principalmente – estão sempre reclamando da falta de crédito? Ou seria da dificuldade do acesso ao crédito? Ou talvez se acostumaram a reclamar sempre???

200 milhões de toneladas… São os carrões de luxo! Ou, quem sabe, as peças retóricas irretocáveis. Que vão precisar ser escoadas. Quem sabe com algum recurso mais específico do Plano Agrícola e Pecuário 2014/2015?

José Vicente Caixeta Filho é Professor Titular e Diretor da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (ESALQ) da Universidade de São Paulo (USP). As opiniões documentadas neste post não necessariamente refletem o posicionamento institucional da ESALQ/USP.

Tudo o que sabemos sobre:

AgriculturaPolítica agrícola

Tendências: