10 passos para os 50+ em busca de novas oportunidades de trabalho

10 passos para os 50+ em busca de novas oportunidades de trabalho

Investir em conhecimento, fazer networking, ouvir os mais jovens e se preparar para uma entrevista são dicas para profissionais com mais de 50 anos se atualizarem e se posicionarem no mercado

Mórris Litvak

23 de novembro de 2020 | 13h50

A pandemia acelerou a chamada “transformação digital”, que está levando os negócios – de todos os setores e tamanhos – a se reinventarem radicalmente. Isso não tem a ver somente com tecnologia, mas com a maneira de pensar, desenvolver, criar e vender produtos e serviços. E isso passa fundamentalmente pela forma com que as equipes trabalham. Desde a gestão à colaboração entre todos do time, onde a diversidade e a inclusão têm um papel cada vez mais importante para a inovação e sustentabilidade das empresas.

Mesmo este sendo um momento especialmente complicado para os maduros (ou “maturis”) no mercado de trabalho, os profissionais mais velhos podem sim (e devem) tirar proveito das oportunidades que o trabalho remoto e a tecnologia trazem, e a pressão por mais diversidade que as organizações têm tido.

Como fazer isso, então? Separei aqui 10 dicas essenciais que eu recomendo para você:

1. Invista em conhecimento

Atualizar-se e se aprimorar sempre é fundamental. Faça cursos online. Tecnologia hoje é essencial, mas também estar atualizado comportamentalmente fará toda a diferença. Desde metodologias ágeis à gestões mais horizontais, saber trabalhar em equipes diversas, colaborativas e remotas hoje em dia é essencial.

2. Venda seus pontos fortes

Experiência profissional e de vida, comprometimento, especialização, grande rede de contatos, visão ampla de negócios, facilidade de relacionamento interpessoal, visão holística dos problemas e olhar crítico são algumas características que os maduros costumam ter e com isso agregam muito aos jovens.

3. Faça networking

Além de sempre buscar conhecer novas pessoas, mantenha sua rede de contatos profissional sempre ativa e faça conversas regulares com essas pessoas. Antes de pedir qualquer coisa, ofereça a sua ajuda, ouça o que as pessoas têm a dizer e deixe claro o que você está buscando.

Eventos são oportunidade para profissionais de variadas áreas se encontrarem. Foto: Emerson Kobaiyashi

4. Faça coisas novas e diferentes

Pesquise outras áreas que te interessam mesmo sem você nunca ter atuado, olhe para voluntariado e trabalhos sociais. Mentoria para jovens costuma ser uma ótima maneira de compartilhar sua experiência e também de aprender coisas novas, abrindo novas possibilidades – que talvez você nem imagine. E também pense no trabalho além do emprego tradicional.

5. Se prepare para a entrevista

Não chegue nervoso e esteja bem preparado, conhecendo bem a função e a empresa para qual você está se candidatando, explique porque você é a pessoa ideal para aquela vaga, demonstre confiança, respeite o entrevistador mesmo que ele seja muito mais jovem. E não fale sobre idade, foque nas questões profissionais.

6. Não atire para todos os lados

Concentre-se nas oportunidades que tem a ver com o seu perfil e procure sites especializados em pessoas maduras, como a MaturiJobs, com vagas específicas para quem é 50+.

7. Tenha humildade

Para aprender com os mais jovens e até ser gerido por eles, pois isso será cada vez mais comum, além de trazer muitos aprendizados e ótimas trocas.

8. Invista em autoconhecimento

Saber o que faz sentido nessa fase da vida, qual é o seu propósito e qual legado você quer deixar te ajudam a buscar novos caminhos com muito mais propriedade e assertividade. Se estiver perdido, busque ajuda com especialistas.

9. Seja seu próprio chefe

Pense em empreender, seja abrindo uma empresa ou atuando individualmente. Esse será um caminho cada vez mais comum.

10. Tenha persistência e paciência

Entendo que o momento atual é muito difícil, mas não se dê por vencido no primeiro “não”. A concorrência é grande, mas seguindo essas dicas você terá mais chances.

Boa sorte!

* Mórris Litvak é fundador e CEO da MaturiJobs e da MaturiServices (plataformas de recolocação e desenvolvimento profissional para pessoas 50+), graduado e pós-graduado em engenharia de software pela FIAP de São Paulo (morris@maturijobs.com).

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: