Apenas 3% das ofertas de emprego para pessoas com deficiência são para cargos de liderança
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Apenas 3% das ofertas de emprego para pessoas com deficiência são para cargos de liderança

blogs

21 Setembro 2018 | 13h05

Foto: Pixabay

Por: Mateus Apud*

Apenas 3% das oportunidades oferecidas são para cargos de coordenação, supervisão, gerência e direção, enquanto 61% delas são para postos operacionais e auxiliares, de acordo com levantamento realizado por empresa de recrutamento e seleção.

“Os números mostram que ainda poucas empresas se preocupam em dar espaço para profissionais com deficiência em posições de liderança. A Lei de Cotas é um grande avanço e muito importante para o acesso e inclusão, mas as empresas precisam criar mais vagas nesse sentido”, afirma o especialista em Inteligência de Negócios da VAGAS.com, Rafael Urbano.

Dos 15 milhões de currículos cadastrados no portal, há 144 mil currículos cadastrados de candidatos portadores de deficiência. Deles,  6,7% são pós-graduados, 44,9% com formação superior, 6,8% com ensino médio profissionalizante, 38,2% com ensino médio e 3,4% com ensino fundamental.  Em relação às ofertas de emprego, comparando de 2016 e 2017 (janeiro a agosto), a quantidade de oferta cresceu 11%. Já em 2018 atingiu o seu maior nível, chegando a 7.328 vagas ofertadas, uma evolução de 16% ante a 2017.

*Estagiário sob orientação do Editor de Suplementos, Daniel Fernandes