‘Chefe justo e comunicação eficaz mudam percepção’

Claudio Marques

23 de setembro de 2011 | 06h54

“Levantar o moral do time e celebrar as conquistas. ” Este é o oitavo mandamento apontado pela consultora em recursos humanos Marcia Hasche, autora do livro ‘Clima sem Rodeios’ que será lançado no dia 29 na capital, para tornar melhor o local de trabalho.  Ela destaca que um ambiente profissional harmonioso depende, na maioria das vezes, de atitudes e medidas bem simples.  “Um chefe justo  e uma comunicação eficaz podem mudar a percepção no local de trabalho”, afirma a especialista.

Segundo Marcia, atualmente as pessoas dedicam muito mais tempo ao emprego.  “No início da década de 1990 trabalhávamos 12 meses por ano.  Hoje, trabalhamos o equivalente a 18 meses”, diz.  Além disso, a cobrança por metas e a competitividade estão cada vez mais fortes e se refletem diretamente no clima nas organizações.

A consultora listou os dez mandamentos que devem ser observados para tornar o dia a dia dentro das empresas mais agradável.

Respeitar as diferenças está entre os pontos a serem obedecidos pelos superiores.  Segundo Marcia, alguns líderes só conseguem valorizar aqueles subordinados que sejam sua imagem e semelhança.  Para a consultora, o papel do líder é justamente saber respeitar o estilo de cada um dos seus colaboradores.

Coerência

Um dos motivos de maior insatisfação das equipes é quando o gestor direto diz uma coisa e age de forma diferente.  Por isso, segundo Marcia, não matar a coerência entre teoria e prática é outro ponto que merece atenção especial dos líderes.

Em seu livro, a autora descreve as atitudes que interferem diretamente na percepção, positiva ou negativa, do empregado em relação à organização e ao líder imediato.  “As pessoas não querem coisas espetaculares”, frisa Marcia ao lembrar que pequenas atitudes fazem a diferença.  “O clima é feito por sutilezas”, ensina.

Os dez mandamentos

1.   Ser justo
Líder precisa tratar a equipe com igualdade, sem discriminação

2.   Não invocar o RH em vão
Não culpe o RH por todos os problemas da organização

3.   Evitar a fofoca
Deixe de falar ‘de’ e fale ‘para’ a pessoa diretamente envolvida

4.   Honrar o feedback
Gestor deve conversar sobre desempenho com seu colaborador

5.   Não matar a coerência entre teoria e prática
É preciso manter discurso e atitude em alinhamento

6. Não pecar por falta de reconhecimento
Falta de reconhecimento leva à desmotivação da equipe

7.   Não roubar ideias
Seja honesto sempre, dentro e fora da empresa

8.   Levantar o moral do time
Celebre todas as conquistas individuais e da equipe

9.   Respeitar as diferenças
Respeite o estilo de cada um

10.   Não cobiçar o sucesso alheio
Use o sucesso do colega como exemplo que deve ser seguido

Tudo o que sabemos sobre:

ambiente de trabalhochefefeedback

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.