Cinco filmes para inspirar sua carreira
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cinco filmes para inspirar sua carreira

Longas oferecem importantes ensinamentos para praticar e impulsionar sua vida profissional

REDAÇÃO

04 Setembro 2018 | 06h41

Para além da simples diversão, filmes que carregam a temática “trabalho” como pano de fundo apresentam personagens que servem como inspiração para uma carreira de sucesso. A pedido do Estadão, o CEO da consultoria de recrutamento e seleção Mappit, Rodrigo Vianna, preparou uma lista de cinco longas com essa abordagem. Confira quais são os filmes e os comentários de Vianna.

Coach Carter – Treino Para a Vida

Samuel L. Jackson no papel do treinador Ken Carter Foto: Paramount Pictures

O filme de 2005 é baseado em uma história real e traz Samuel L. Jackson no papel de Ken Carter, o novo treinador de basquete de uma escola periférica dos EUA. A escola exige que seus jogadores sejam bons em outras matérias, e não apenas nos esportes. “O modo como o treinador Carter rege seu time é um exemplo para qualquer pessoa em cargo de liderança e que seja responsável por uma equipe”, afirma Vianna.

Para ele, a película mostra como aprimorar por meio de disciplina a gestão de pessoas e o trabalho em equipe e exercer a flexibilidade com o próximo, entendendo sua singularidade enquanto indivíduo inserido em um grupo, e assim saber extrair o melhor que cada um tem a oferecer.

 

Walt antes do Mickey

O portão de entrada da The Walt Disney Co, em Burbank, California (EUA). Foto: Mario Anzuoni/Reuters

O mundialmente conhecido  Walt Disney foi um dia uma criança que gostava de fazer desenhos e tinha sonhos que pareciam inalcançáveis. Com a obra cinematográfica que ilustra sua trajetória de vida e carreira, é possível conhecer todas as frustrações que Walt enfrentou e, sem desistir, transformou sua companhia em um grande conglomerado de mídia e entretenimento.

“Ele superou muitos obstáculos para provar sua ideia, muitas pessoas questionaram seu negócio, foi difícil conseguir investimento, mas ele se reinventou todas as vezes”, afirma Vianna. Para ele, os pontos principais a serem considerados nessa história são: o exemplo da persistência e perseverança. Ou seja, diz ele,  acreditar naquilo que faz e não desistir e ter ampla visão das situações: em vez de desanimar a cada decepção, saber se recriar.

 

O Homem que Mudou o Jogo

Cena do filme O Homem que Mudou o Jogo, de Bennet Miller Foto: Sony Pictures

Bradd Pitt é Billy Beane nesse longa, e está no comando de um time de beisebol em crise. Por isso, busca soluções alternativas. Percebe que a ajuda de um especialista em estatísticas pode ser a saída e muda toda a estratégia para voltar a ganhar os jogos. O que Vianna enxerga de valioso nas atitudes do personagem é o fato de ele ter aplicado uma ferramenta completamente atípica para aquela situação, que deu certo depois de  muito estudo e esforço.

“Ele elaborou uma ferramenta de análise e ousou acionar um novo planejamento.” Com o  exemplo, é possível aprender a investir em abordagens e metodologias inovadoras para gerar resultados diferentes no negócio e não encarar as dificuldades como algo negativo, mas sim extrair os aprendizados.

 

Em Busca da Felicidade

Will Smith e seu filho, Jaden: eles estrelam o filme A Procura da Felicidade. Foto: Tobias Schwarz / Reuters

Chris Gardner, interpretado pelo Will Smith, é um pai solteiro que luta para encontrar um emprego para sustentar sua família. Gardner é despejado de sua casa e a cada dia enfrenta o desafio de sobreviver com seu filho, mas nunca desiste de encontrar um emprego que os tire desta situação precária. E por todo o decorrer do filme ele mantém seus princípios e se esforça para educar seu filho da maneira mais digna e amorosa dentro dessas condições.

“Nessa história podemos perceber como disciplina e força de vontade levam à superação e trazem bons resultados na vida pessoal e profissional”, diz Vianna sobre a trama. A história de Gardner nos ensina que: o extremo da necessidade pode nos trazer motivação e o esforço, a disciplina e a motivação podem render bons resultados.

 

O senhor estagiário

Robert De Niro no papel de Ben Whittaker Foto: Warner Bros.

O filme apresenta dois perfis completamente diferentes que se destacam no mercado de trabalho. O primeiro é o de Jules Ostin, interpretada por Anne Hathaway, que sofre preconceito para encontrar investidores ao seu site de venda de roupas por ser uma mulher jovem. O segundo personagem é Ben Whittaker, feito por Robert De Niro, que passa a integrar a equipe de funcionários no cargo de estagiário, mesmo tendo 70 anos.

Para Vianna, “a ideia principal deste filme é reinventar-se sem se deixar abater pelos estereótipos da sociedade”. Ao assistir esse longa, é possível perceber as seguintes lições: manter a calma e não perder o foco diante de adversidades, como os preconceitos infundados; reconhecer as virtudes de profissionais de diferentes gerações e perfis e não ter medo de arriscar e apostar no que acredita.