Devo usar a oferta de trabalho de outra empresa para tentar um aumento de salário?

Devo usar a oferta de trabalho de outra empresa para tentar um aumento de salário?

blogs

17 de julho de 2018 | 17h39

Elisa Riva / Pixabay

The New York Times

Há cerca de um ano e meio, durante uma fase de transição em minha vida, assumi um emprego para o qual estava mais do que qualificado. Eu de fato gosto muito da empresa, dos benefícios que oferece e das pessoas com quem trabalho. Mas o salário baixo se tornou um problema.

Embora minha posição seja administrativa tenho assumido muitas responsabilidades de alto nível em um dos departamentos que minha  supervisora controla.

Tentei usar a avaliação do meu desempenho para discutir com ela uma possibilidade de subir na carreira. Mas ela é uma pessoa da velha escola e um tanto atrasada no seu conceito de empresa. Os executivos da companhia, contudo, apreciam muito o meu trabalho, como também as mudanças e práticas que implementei no setor. E já sugeriram que não querem me perder.

Mas agora me ofereceram um cargo em outra companhia, com um salário maior e onde assumiria responsabilidades similares às que venho exercendo atualmente. Gostaria de usar essa oferta de emprego em meu benefício, e manter uma conversa com um dos nossos líderes sobre minha função e com vistas a um aumento da minha remuneração, para ficarem comigo.

Acho que faz sentido mudar minhas responsabilidades oficiais,  mas não sei se devo focar no salário. Não gosto de dar ultimatos, embora entenda que é isto que  estou pretendendo. Gostaria de lidar com este assunto do modo o mais elegante possível, embora hoje eu seja melhor negociadora do que no passado. Phoenix

Ilustração: Gracia Lam/The New York Times

Rob Walker, o ‘workologista’, responde

Não há nada de errado com um ultimato – desde que esteja pronta para enfrentar as consequências. Se não, então você estará na realidade apenas blefando. E há varias razões que sugerem que esta é uma má ideia.

Em primeiro lugar, fingir que está interessada em uma oferta de emprego que  na verdade não pretende aceitar é algo duvidoso e pode indispor você com seu empregador, além de afetar sua reputação. Em segundo lugar, seu atual patrão pode não só rejeitar o ultimato, mas considerá-lo bastante inoportuno,  tornando difícil para você permanecer no emprego, mesmo que mude de ideia. Você pode criar uma situação difícil.

Claro que estou sugerindo o pior cenário, mas é este o caso. Procure usar a situação em seu benefício. Mas parte deste processo é ser honesta consigo mesma sobre todas as situações que podem decorrer, e assim evitar, por exemplo,  insinuar que se trata apenas de uma jogada da sua parte para negociar.

O novo é ótima oportunidade

Você pode estar feliz em aceitar a oferta não porque odeia seu atual emprego, mas porque o novo é uma ótima oportunidade. Se pensa realmente desta maneira,  então vá até o executivo e fale sobre a proposta que recebeu e as razões pelas quais está pensando em aceitá-la, apesar de gostar do seu trabalho atual.

Deixe uma porta aberta para a reação ideal: “Há alguma coisa que podemos fazer para continuarmos a mantê-la aqui?” O que pode não acontecer. Mas se ocorrer, responda honestamente. Se não, você ainda pode tentar levantar alguns problemas mais específicos sobre o seu trabalho. Eu mencionaria a questão do salário e a função que você exerce, porque isso oferece material para uma possível contraoferta.

Mas esteja preparada para iniciar a conversa e se sentir bem se a resposta que receber for: “Boa sorte, vamos sentir falta de você”.

Tudo o que sabemos sobre:

benefíciooferta de trabalho

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.