Entrevista com o CEO – Acácio Queiroz, presidente da Chubb Seguros

Entrevista com o CEO – Acácio Queiroz, presidente da Chubb Seguros

Ligia Aguilhar

25 de janeiro de 2011 | 10h00

Acacio Queiroz, presidente da Chubb Seguros.

Acácio Queiroz, de 62 anos, começou a trabalhar cedo, aos 11, no guarda volumes da rodoviária de Curitiba (PR). Anos mais tarde, já formado em economia e com experiência no ramo de seguros, sua vida voltou a ter como pano de fundo terminais de embarque e desembarque. Desta vez porque a carreira de executivo o levou a trabalhar em países da América Latina e Central, o que ajudou a colecionar 3 milhões de milhas de uma companhia área. Desde 2005, está à frente da Chubb Seguros, subsidiária da segunda maior seguradora corporativa dos EUA.

No início da carreira, o senhor tinha o objetivo de se tornar um alto executivo?

Isso aconteceu porque lutei muito pelo que eu queria. Não imaginava que me tornaria presidente de uma empresa na América Latina inteira, por exemplo. No entanto, quando eu era pequeno, enquanto os meus amigos queriam ser motoristas de caminhão, eu sonhava em ser o gerente da transportadora (risos). Sempre tive muita coragem, muito desejo de crescer sem pisar nas costas de ninguém. E continuo a fazer isso.

Um dos seus hobbies é dar palestras sobre motivação e liderança. Qual o segredo para motivar uma equipe?
Você precisa entender como as equipes estão divididas e conhecer as características das gerações. O que motiva mesmo é mostrar uma janela para o futuro, é ter transparência na comunicação, ter honestidade no que fala e estar junto para dividir os problemas e os benefícios.

O senhor já foi premiado pelos resultados que obteve após assumir o comando da Chubb, como dobrar a produtividade dos funcionários e gerar o crescimento de 68% no prêmio retido. Qual o segredo para conseguir esses números?
Primeiro, procurei dar tranquilidade e segurança para a equipe que já estava na empresa e colocar as pessoas certas nos lugares certos. Depois, informei o mercado sobre o que a Chubb gostaria de desenvolver. Também percebemos que precisávamos melhorar a comunicação interna e externa e colocamos muito esforço nisso. Fizemos a expansão geográfica dos nossos produtos porque éramos muito concentrados no Rio e em São Paulo. Tudo isso junto nos permitiu a expansão. Nos primeiros três anos, 42% da equipe foi promovida.

Qual a sua dica para quem está começando?
Ter planos e metas claras. Depois, saber o que precisa fazer para alcançar essas metas e se dedicar mais do que a média para ser considerado dedicado e talentoso. Querer é poder.

Matéria publicada originalmente no caderno Empregos & Carreiras de 23 de janeiro.

Tudo o que sabemos sobre:

Acácio QueirozChubb Segurospresidente

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.