‘Fui promovido, mas quero começar algo novo. O que fazer?’

‘Fui promovido, mas quero começar algo novo. O que fazer?’

Rob Walker, o 'workologista' responde

Claudio Marques

16 de janeiro de 2018 | 11h49

Ilustração: Gracia Lam / The New York Times

Por Rob Walker, The New York Times

Estive na mesma empresa durante 20 anos, sendo promovido nesse período. No entanto, planejei sair e até comecei a trabalhar em busca de uma certificação profissional em outro campo.

Então, meu supervisor foi promovido, e a maioria dos colegas concluiu que, com base na minha posição e experiência, eu seria o substituto. Todos os ossos do meu corpo disseram-me para não me candidatar — mas cada um dos amigos, membros da família e colegas (especialmente aqueles que souberam que estava tramando uma fuga) disseram que estava deixando passar a oportunidade de fazer meu currículo parecer melhor. Candidatei-me e consegui o cargo.

Não consigo suportá-lo. Não há horas suficientes na semana para fazer tudo, acabo fazendo mal o meu trabalho e negligenciando minha família no processo. Meu supervisor diz que eu sabia onde estava entrando.

Mas agora quero sair, ainda mais. Terminei aquela certificação, mas será que é melhor esperar um ano antes de sair? Caso contrário, como explicarei um período curto em uma nova posição para potenciais empregadores, sem passar uma imagem negativa? (Anônimo)

O workologista responde:

Se você não suporta o seu trabalho, deve procurar um novo, da forma mais ativa possível. Não perca tempo criticando a si mesmo. É comum que alguém que decidiu trocar de área inteiramente deva superar o desejo de retardar o momento de pôr em prática uma mudança tão grande.

E com certeza, em retrospectiva, você provavelmente deveria ter confiado em seu instinto e ignorado todos os outros. Mas essa é a percepção tardia. Em geral é bom receber conselhos de outros que conhecem você e sua situação e que possam oferecer uma perspectiva útil. Talvez você estivesse arrependido se não se arriscasse em assumir a nova posição. Quem sabe?

O ponto é que agora você sabe: encarar a promoção foi um erro. Não só você está infeliz, mas parece que seu supervisor e sua família também não estão satisfeitos. Por que prolongar isso um único minuto a mais do que o necessário? Se você está realmente pronto para saltar para um novo caminho, vá em frente!

Para responder a perguntas sobre o breve período nesse cargo em seu currículo, apenas diga a verdade, mas com um foco voltado para o futuro: você estava planejando essa mudança há algum tempo e retardou-a quando recebeu uma promoção. Mas isso só ressaltou sua certeza de que é hora de seguir em frente, e você está muito mais entusiasmado com o que está por vir em seu novo campo escolhido.

Não se detenha nos problemas do passado ou do presente. Os empregadores realmente não estão interessados ??em porque você quer sair do seu emprego; estão interessados ??em encontrar a melhor pessoa para preencher qualquer vaga que tenham. Mantenha a ênfase no que você quer fazer em seguida – e por que quem o contratar para fazer isso não vai se arrepender.

Tudo o que sabemos sobre:

CarreirapromoçãoCurrículoinstinto

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: