Homens têm mais aumento de salário que as mulheres

Homens têm mais aumento de salário que as mulheres

Claudio Marques

20 de agosto de 2013 | 14h19

Homens ganham mais aumento salarial que as mulheres, segundo dados Pesquisa dos Profissionais Brasileiros – Um Panorama sobre a Contratação, Demissão e Carreira dos Profissionais da Catho. Levantamento do site de empregos mostra que 35,9% dos homens entrevistados tiveram aumento de salário, contra 32,3% das mulheres.

O estudo foi apresentado nesta terça-feira, dia 20, no Congresso Nacional sobre Gestão de Pessoas (Conarh 2013) pela diretora de RH da Catho, Telma Souza.

Segundo ela é muito comum as mulheres terem de se posicionar para conseguir um reconhecimento salarial. “Os homens muitas vezes recebem aumento pelo potencial e as mulheres, por vezes, só depois que demonstram que merecem.”

A pesquisa também destacou que mais que a remuneração, as mulheres valorizam os benefícios como assistência médica e auxílio alimentação e refeição. Já para os homens a assistência médica também é importante, assim como participação nos lucros da empresa.

Para Telma a preocupação feminina com os benefícios está muito relacionada ao cuidado com a casa e os filhos. Ela reforça que é muito comum a mulher escolher o melhor momento para ser mãe conforme a carreira.

Do total de entrevistadas, 53% afirmaram ter deixado o mercado de trabalho para ser mãe. Em média, a mulher demora de 1 a 2 anos para retornar ao mercado de trabalho.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.