Ofereceram a você um novo e excelente cargo, mas vale a pena uma redução de salário?
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Ofereceram a você um novo e excelente cargo, mas vale a pena uma redução de salário?

Funcionária com um chefe incentivador está entusiasmada com uma posição recentemente criada, que lhe permitirá continuar sua pesquisa. O problema é que essa função se insere numa categoria inferior

blogs

07 Novembro 2018 | 07h04

Foto: Pixabay

The New York Times

Recentemente vinha realizando o trabalho mais recompensador da minha carreira. Sempre tive avaliações positivas na empresa e sinto-me apoiada pelo minha chefe. Na verdade, ela está pensando em criar uma nova função de modo a que a pesquisa que venho realizando prossiga bem no futuro. O primeiro estágio terminará em meados do próximo ano e estou ansiosa para ver os resultados e continuar esse importante trabalho.

Descobri, porém, que a nova posição está enquadrada numa categoria inferior e isso vai significar um significativo corte na minha remuneração para fazer o mesmo trabalho. E não existe espaço para negociação. Estou desolada.

Quais são minhas opções? Existe uma boa razão para aceitar um corte de salário para realizar o mesmo trabalho? Se não há nenhuma opção senão deixar o emprego, como vou abandonar um trabalho que adoro e não está concluído? Mas como continuar trabalhando em uma empresa que coloca um funcionário nessa posição insustentável? – Leigh

Ilustração: Gracia Lam / The New York Times

Rob Walker, o ‘workologista’, responde:

Pode parecer estranho, mas você deve parar por um instante e avaliar o lado positivo da situação.

Você se importa muito com o trabalho que vem realizando e pode continuar com ele; mas também decidir partir em busca de novas oportunidades que a farão sentir-se recompensada sob outros aspectos. Em resumo, procure analisar o assunto baseada mais em termos de oportunidade do que injustiça.

Não está claro para mim se a informação que você tem é por vias diretas ou indiretas. Mas acho que precisa ter uma conversa esclarecedora com sua superior que, ao que parece, a admira, para saber qual seria o contexto no longo prazo. Se realmente você não tem nenhum espaço para negociar de imediato, verifique o que é possível no decorrer do tempo.

Em linhas gerais, há uma razão em termos de avanço na carreira para aceitar um corte no salário? Se acredita que uma determinada oportunidade a beneficiará,  mas num prazo mais longo, então sacrificar-se um pouco agora poderá compensar de maneira significativa mais tarde.

De modo mais específico, concordo que ser convidado para exercer exatamente o mesmo trabalho ganhando menos provoca uma sensação de insulto. Portanto, dentro da conversa, acho que você deve expressar seu desapontamento, se conseguir fazê-lo de maneira comedida.

Pense, por exemplo, em dizer o seguinte: “Estou feliz com a nova posição criada, mas fiquei surpresa com o fato de implicar uma redução de salário. Acredito vigorosamente nesta linha de trabalho, mas quais são as perspectivas para mim no futuro?”. Insista nos pontos concretos:  quais são os critérios aos quais poderá se referir mais tarde?

Você, no entanto, também deve explorar alternativas. Não suponha que seu atual emprego é o único que lhe permitirá avançar com seus interesses profissionais. Tenha confiança no seu trabalho substancial que levou seu empregador a reconhecer a importância da sua pesquisa e acredite que isto a ajudará a encontrar outro emprego se assim o desejar. Não hesite em se oferecer outras opções.