As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Financial Times’: bancos travam ‘guerra por talentos’ no Brasil

Citi dobrou seu quadro de pessoal em 5 anos e pretende contratar 500 pessoas

Carla Miranda

28 de abril de 2011 | 13h09

O setor financeiro brasileiro vive uma “crescente guerra por talentos”, avalia o jornal britânico “Financial Times”.

Ontem (quarta-feira, 27), o presidente mundial do Citigroup, Vikram Pandit, esteve em São Paulo e anunciou alguns números sobre sua equipe no Brasil e disse que a instituição financeira está atrás de profissionais qualificados.

Nos últimos cinco anos, o quadro de funcionários do Citi dobrou no Brasil, até chegar aos atuais 7.000 profissionais, segundo o jornal. No ano passado, foram 500 contratações; neste ano, já são 780, sendo 380 só em abril. Para os próximos dois anos, o Citi quer mais 500 pessoas.

“No Brasil, bancos internacionais de investimento estão contratando agressivamente”, afirma o “Financial Times”.

O JP Morgan Chase sextuplicou sua equipe no Brasil em apenas 14 meses, para os atuais 630 funcionários. O francês BNP Paribas aumentou seu quadro em pelo menos 400 pessoas nos últimos quatro anos e hoje tem quase 2.500 profissionais. O chinês ICBC anunciou neste mês que deve abrir uma agência em São Paulo.

Leia a reportagem no site do “Financial Times” (em inglês)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.