As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Ação da Cimpor fecha em forte queda com Camargo Corrêa

Brasileira se tornou a maior acionista da empresa portuguesa após pagar 1 bilhão de euros

Carla Miranda

10 de fevereiro de 2010 | 08h45

Atualizado às 15h16

As ações da produtora de cimento portuguesa Cimpor fecharam em forte queda de 5,25% na bolsa lusa, segundo dados do site Diário Económico. Durante o pregão, chegou a registrar recuo de mais de 8%.

Nesta quarta-feira, em Lisboa, conforme anteciparam a Agência Estado e o portal Economia & Negócios, a brasileira Camargo Corrêa fechou um negócio inesperado de cerca de 1 bilhão de euros com a Cimpor e se tornou a maior acionista da companhia, com uma participação de 22,17%.

Já as ações da Teixeira Duarte, que vendeu sua parte à brasileira, avançaram 15,38% no mercado português. No melhor momento do dia, chegou a bater a casa de 20% de alta.

Acompanhe as cotações da bolsa de Lisboa no Diário Económico

Leia a reportagem sobre o negócio entre Cimpor e a Camargo Corrêa

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.