Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Ações de grandes bancos europeus sobem mais de 20%

Instituições financeiras francesas são as que mais se beneficiam na bolsa

Carla Miranda

27 de outubro de 2011 | 14h52

Atualizado às 15h47

As ações dos grandes bancos europeus dispararam nesta quinta-feira, sendo que as de dois deles fechou em alta de mais de 20%, depois do acordo entre o setor financeiro e líderes da União Europeia.

SAIBA MAIS: Bancos são grandes beneficiados com acordo

Os gráficos mostram claramente que o preço dos papéis passou para um novo patamar imediatamente após a abertura do pregão.

As instituições financeiras aceitaram perdoar metade da dívida grega em posse delas, o que soma em torno de 100 bilhões de euros. Em troca, o fundo criado para salvar bancos e países será aumentado, atingindo 1 trilhão de euros.

Ainda, os bancos terão que ir buscar dinheiro no mercado. Precisarão apresentar à Autoridade Bancária Europeia até o Natal um plano para captar 106 bilhões de euros.

Os bancos franceses, que precisarão levantar apenas 8,8 bilhões de euros, foram os que tiveram maior alta no pregão desta quinta-feira, 27. Veja as ações que se destacaram na Europa.

FRANÇA

societe_generale_google_finance_reproducao_27102011.JPG

Société Génerale: alta de 22,54%
Crédit Agricole: 21,96%
Banco Nacional de Paris / Paribas: 16,92%
Natixis: 10,16%
Axa: 14,71%

ALEMANHA

deutsche_bank_google_finance_reproducao_27102011.jpg

Deutsche Bank: 15,35%
Commerzbank: 7,53%

ITÁLIA

Unicredit: 7,49%
Intesa Sanpaolo: 10,09%

BRASIL

Os bancos brasileiros também sobem na Bolsa de Valores de São Paulo. Às 15h30, o Banco do Brasil avançava 5,07%; o Itaú Unibanco, 4,51%, e o Bradesco, 5,21%.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: