Bill Gates recomenda ‘ovo artificial’

finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Bill Gates recomenda ‘ovo artificial’

Feito com 12 plantas, o produto enganou empresário em testes cegos de qualidade

Gustavo Santos Ferreira

12 de setembro de 2013 | 18h20

Bill Gates, Peter Thiel e Tony Blair provaram e aprovaram o ovo artificial – de acordo com o Daily Mail. O fundador da Microsoft, o da PayPal e o ex-primeiro-ministro britânico foram as cobaias de luxo do novo produto, à venda nos supermercados da Califórnia, nos Estados Unidos. A promessa é de que, em breve, esteja nos supermercados de todo o mundo.

Feito com 12 plantas, o ovo artificial, em pó, teria enganado Gates, Thiel e Blair em testes cegos de qualidade com bolos e biscoitos. Os três pensaram ser receitas feitas com ovos de galinha. E agora recomendam a inovação, informa a matéria.

Enganado. Em teste cego, milionário aprovou novo produto

A Hampton Creek Foods, fabricante dos ovos de mentirinha, não deve parar por aí. Outros alimentos de origem animal estariam em testes, todos feitos à base de vegetais. O criador do tal ovo, Josh Tetrick, defende a exclusão de animais da indústria alimentícia.

“Nos países em desenvolvimento, produtos como esses poderiam ser adicionados à dieta local, ajudando em deficiências nutricionais” disse ao Daily. “Já tivemos discussões iniciais com o programa alimentar mundial sobre o assunto”.

De mentirinha. Produto em pó é feito com 12 plantas

O empresário afirma buscar novas maneiras de trabalhar com os agricultores dos países pobres. “Somos o tipo de empresa a ser temida pelos bandidos da indústria.”

Se Tetrick vai de fato assustar alguém, só o tempo dirá. Mas a dúvida milenar, “Quem vem primeiro: o ovo ou a galinha?”, ao menos para ele, com seus ovos feitos de plantas, não faz mais muito sentido.

Tudo o que sabemos sobre:

Bill GatesDaily Mail

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: