As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Bolsas europeias operam sem um rumo definido nesta quarta-feira

Ações de bancos caem, enquanto as de empresas de alimentos sobem

Carla Miranda

13 Janeiro 2010 | 10h26

Empresas dos ramos alimentício e farmacêutico puxavam para cima os índices de ações europeus, enquanto papéis de bancos faziam o movimento inverso, o que fazia as bolsas da região variarem entre o positivo e o negativo. Segundo dados da Reuters e da Dow Jones compilados pelo Wall Street Journal, a bolsa de Londres caía 0,4%, enquanto a de Paris recuava 0,15% e a de Frankfurt subia 0,17%.o índice por volta das 10h (de Brasília).

Puxavam a alta do indicador os papéis da Anheuser-Busch InBev, Nestlé, Unilever e da farmacêutica UCB. Já os papéis do banco francês Societé Générale chegaram a despencar mais de 4%, A instituição financeira, que teve perdas recordes em 2008, reportou uma nova perda de 1,4 bilhão de euros (US$ 2,3 bilhões) por ativos de risco.

Os mercados europeus refletem, ainda, expectativa diante da temporada de divulgação de balanços de empresas dos Estados Unidos, que se iniciou nesta semana com a Alcoa. “Tivemos um início fraco com a Alcoa. Entretanto, investidores não devem ficar tão desmotivados pelo resultado de uma única empresa”, disse um analista do banco britânico Barclays à Bloomberg.