As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Brasil apresenta sinais de fadiga

Queda do Ibovespa e saída de capital líquido da Bolsa não são bom presságio para investidores globais

Nívea Terumi

17 de fevereiro de 2010 | 16h39

O mercado financeiro do Brasil começa a mostrar importantes sinais de fadiga, como a queda de 7,5% do índice Bovespa no ano ante expressiva valorização em 2009 e a saída de capital líquido da Bolsa por quatro dias consecutivos após dois meses em que a entrada líquida de capitais se estabilizou em um patamar mais baixo, afirmou Neil Mellor, do banco New York Mellon, em reportagem publicada no site do jornal britânico Financial Times

Segundo Mellor, apesar de a China geralmente ser vista como principal referência entre os Brics, o desempenho do Brasil tem sido um importante fator de decisão para os investidores globais. Ele aponta que o governo brasileiro poderá seguir a tendência mundial de retirada de estímulos econômicos dos mercados, o que significa aumento da taxa básica de juros nos próximos meses.

“Dada sua crescente presença no portfólio dos mercados emergentes, o mercado financeiro brasileiro deve ser visto como um bom indicador chave do sentimento do investidor”, aponta o executivo na reportagem. Para ele, apesar de ainda ser um pouco cedo para conclusões, os sinais atuais, tanto do ponto de vista técnico como do referente ao fluxo de capitais, não são um bom presságio.

Leia a íntegra da reportagem no site do FT (em inglês)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.