As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Buscador chinês Baidu quer se impor em celular do Google

Negócio acirra disputa entre o maior buscador do mundo e o líder da China

Carla Miranda

23 de julho de 2010 | 12h35

O Baidu, maiores sites de busca da China, tem conversado com fabricantes de celular com o objetivo de levar seu serviço aos aparelhos que funcionam com o sistema operacional Android, do Google, segundo reportagem publicada no Wall Street Journal.

A ideia é que os celulares vendidos já tragam, em suas telas, um espaço para o usuário fazer buscas na internet por meio do Baidu. O negócio, se concretizado, valerá apenas para os telefone vendidos no país asiático.

Os aparelhos que usam o Android ainda são minoria no mercado chinês: 0,4% dos 7,25 milhões de smartphones (celulares com várias fuinções) vendidos no país no último trimestre de 2009, segundo o jornal.

Mas a decisão do Baidu é importante porque representa um acirramento da competição com o gigante norte-americano de buscas.

Leia a reportagem no site do Wall Street Journal (em inglês)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.