As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Campanha de Romney defende livre comércio com América Latina

Ele disse que região será prioriária do governo caso candidato vença eleição

Carla Miranda

23 de agosto de 2012 | 07h00

romney_ap_evan_vucci.jpg

O ex-secretário do Comércio dos Estados Unidos Carlos Gutierrez, hoje membro da equipe de campanha do republicano à presidência, Mitt Romney, disse em entrevista à agência Bloomberg que o candidato, se eleito, vai atuar pelo livre comércio na América Latina.

A política comercial de Romney “provavelmente será focada, em primeiro lugar, mas não somente, na América Latina”, afirmou o assessor.

“A primeira coisa que a gente gostaria de fazer é costurar os acordos que (já) temos”, com o objetivo de tornar a região “mais competitiva”. Atualmente, o governo dos EUA negocia um pacto comercial com oito países.

Os EUA suspenderam os esforços para criar a Área de Livre Comércio das Américas (Alca), que envolveria 34 países, em 2005. Segundo o Congressional Research Service, órgão do legislativo americano, a interrupção ocorreu por causa de oposição de Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai e Venezuela.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.