As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Disputa virou ‘meta-eleição’, diz FHC ao ‘Financial Times’

Ex-presidente reclama que candidatos não expõem suas diferenças

Carla Miranda

22 de setembro de 2010 | 11h19

A campanha presidencial no Brasil é como uma “meta-eleição” porque nenhum os dois candidatos mais bem posicionados nas pesquisas não expõem que existem diferenças de propostas entre eles, disse o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso ao jornal britânico “Financial Times”.

—-
Acompanhe o Radar Econômico no Twitter
Siga também Economia & Negócios
—-

O título da reportagem é “Brasileiros estão inconscientes das diferenças entre os partidos”. O texto não define com mais precisão o conceito de “meta-eleição”.

No entanto, Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB) têm visões diferentes no campo econômico, avalia o jornal. “Há uma diferença entre continuidade e retomada da reforma do Estado”, diz o autor do texto, Jonathan Wheatley.

“Uma promete crescimento baixo e constante; a outra, mais investimentos para aumentar a produtividade e soluções mais rápidas para problemas como o lastimável padrão dos serviços públicos. Majoritariamente inconscientes da escolha, os brasileiros escolherão a primeira opção”, afirma o jornal.

Leia a reportagem no site do “Financial Times” (em inglês)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.