As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Com 5 instituições reprovadas, Espanha comemora teste

Ministra diz que exame mostra sistema financeiro sólido e solvente

Carla Miranda

23 de julho de 2010 | 15h54

Atualizado às 16h47

el_pais_site_reproducao_23072010.JPG
JOGO DE PALAVRAS: Os bancos foram aprovados; reprovadas, só as caixas, diz El País
(Imagem: reprodução do site de El País em 23/07/2010 às 16h (de Brasília)

Para quem tem sede, o copo está meio cheio. A Espanha está comemorando nesta sexta-feira, 23, o desempenho das instituições financeiras do país no teste de estresse divulgado nesta sexta-feira, 23.

—-
Celso Ming: Bancos não são o problema mais grave
Siga o Radar Econômico no Twitter: @radar_economia

—-

De 91 empresas examinadas, sete foram reprovadas; destas, cinco são espanholas. Isso significa que essas instituições financeiras não suportariam um cenário econômico muito adverso, como uma queda de 3% do Produto Interno Bruto.

Elas teriam que tomar emprestados, no total, 3,5 bilhões de euros para enfrentar tal situação.

O governo e os jornais espanhóis, diferentemente da imprensa em outros países, responderam à notícia de forma positiva.

“Todos os bancos espanhóis passam nas provas de resistência na Europa”, diz na sua  manchete o site do jornal El País. A reportagem afirma que os bancos suportariam “um grave choque financeiro”.

Mas o jornal acrescenta: “No caso das caixas, no entanto, a Espanha tem cinco de sete entidades reprovadas”. As “caixas” são instituições financeiras com foco em poupança e empréstimos.

A ministra da Economia da Espanha disse, como relatou o jornal El Mundo, que o sistema financeiro espanhol conta com instituições “robustas e solventes, capazes de suportar situações muito adversas”.

O site da rede alemã Deutsche Welle também adotou postura semelhante: “Com uma exceção, bancos alemães passam no teste de estresse”.

O francês Le Monde também viu o lado positivo: “Apenas 7 bancos de 91 falham no ‘teste de estresse’”.

Em países que estão fora da zona do euro, a notícia saiu de forma diferente. Nos Estados Unidos, o site do Wall Street Journal destaca: “Sete bancos europeus falham no teste de estresse”.

O New York Times e o londrino Financial Times afirmam exatamente o mesmo.

Lista completa

O relatório com o resultado dos testes de estresse pode ser encontrado

Documento

. A lista completa das instituições financeiras que participaram da avaliação está nas páginas 36 a 38. As entidades reprovadas foram a grega ATEBank, a alemã Hypo Real Estate e as espanholas: Unnim, Diada, Espiga, Banca Civica e Cajasur.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.