As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Com Vaticano, Europa lança primeiro índice de ações cristão

Indicador reúne 533 empresas que atuam em concordância com valores religiosos

Carla Miranda

27 de abril de 2010 | 11h20

indice_cristao_stoxx_europe_christian_reproducao.JPG
GRÁFICO: Ações de empresas do novo índice subiram de 77 pontos para 109 em 1 ano

A Europa lançou na segunda-feira, 26, o primeiro índice de ações cristão, o Stoxx Europe Christian Index, atendendo a uma demanda de investidores pela ética nas aplicações financeiros, informa o jornal britânico Financial Times.

O indicador reúne papéis de 533 empresas cujo faturamento deriva unicamente de fontes que estejam “de acordo com os valores e princípios da religião cristã”, segundo a definição do índice, que foi elaborado com a participação de representantes do Vaticano, segundo o jornal.

Podem participar apenas companhias que não ganham dinheiro com pornografia, armas, tabaco controle de natalidade e jogos de azar. Ainda, elas devem cumprir condições relacionadas à “responsabilidade ética, social, ambiental e econômica”, segundo o site oficial do indicador. As ações que compõem o índice tiveram alta de 40% nos últimos 12 meses.

Entre as empresas do índice estão a petrolífera britânica BP (antiga British Petroleum), o banco HSBC, a Nestlé, a operadora de telecomunicações Vodafone e a Royal Dutch Shell, entre outras.

“Tem surgido cada vez mais demanda de investidores por um índice transparente que ajude os fundos a comprar ações que são condescendentes com a religião e obtenham receita em concordância com valores cristãos”, afirmou ao Financial Times o executivo-chefe da Stoxx, Hartmut Graf.

Leia a reportagem no site do Financial Times (em inglês)

Saiba mais sobre o  Stoxx Europe Christian Index

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.