As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Criador do termo Brics se diz preocupado com eleições brasileiras

Jim O'Neil afirma que País tem a melhor política monetária entre seus pares

Carla Miranda

30 de março de 2010 | 17h19

“Preocupa-me que as pessoas pensem que essas eleições não importam”, afirmou ao jornal britânico Financial Times Jim O’Neil, economista-chefe do banco Goldman Sachs, referindo à disputa pela presidência do Brasil.

Foi O’Neil quem criou o termo Brics — sigla para “Brasil, Rússia, China e Índia”, países que, para ele, dominarão a economia mundial em meados deste século.

Sua declaração foi publicada em uma reportagem do Financial Times sobre a possível saída de Henrique Meirelles do cargo de presidente do Banco Central do Brasil.

Meirelles disse nesta terça-feira que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu que ele ficasse no cargo; em resposta, Meirelles solicitou 24 horas para pensar.

Em reportagem publicada no site do FT logo após as declarações de Meirelles, O’Neil disse que o Brasil tem a melhor política monetária entre os Brics e que é essencial mantê-la.

O texto do FT traz também uma declaração do cientista político brasileiro Rogério Schmitt, em direção diferente da de O’Neil: “Eu não acho que investidores estão preocupados. […] Há uma idéia de que, seja quem for o vencedor [das eleições presidenciais], haverá uma mistura de políticas ortodoxas e heterodoxas”.

Leia a reportagem no site do Financial Times (em inglês)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.