As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Agnelli, Eike e Schwarzenegger juntos em prêmio sobre ousadia

Empresário brasileiro e governador da Califórnia estão entre os 7 escolhidos

Carla Miranda

26 de fevereiro de 2010 | 08h52

Atualizado às 15h06

O presidente da Vale, Roger Agnelli, o empresário também brasileiro Eike Batista e o governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, participaram do prêmio “FT ArcelorMittal Boldness in Business Awards 2009“, concedido pelo jornal britânico Financial Times e pela empresa ArcelorMittal. A cerimônia foi realizada na noite de quinta-feira (25) em Londres.

A Vale foi a vencedora na categoria Mercados Emergentes. “Eu tenho uma meta para todo mundo [na Vale]: ser a melhor empresa. A melhor em termos de responsabilidade social, meio ambiente, inovação, e acho que estamos na direção correta. Ser a maior de todas é uma questão de investimento, e estamos investindo muito mais do que as outras empresas”, disse Agnelli em entrevista após a premiação.  

 Batista e Schwarzenegger estiveram entre as sete personalidades convidadas a dar um breve depoimento sobre “Ousadia nos negócios”, o tema do prêmio.

Depoimentos

“Ousadia e coragem são parte da nossa rotina diária e estão acompanhadas de perto pela disciplina, planejamento responsável e risco calculado”, disse Batista o jornal. “Somos ousados na busca da eficiência. É preciso ter coragem para enxergar novas tendências, reinventar a si mesmo e embarcar em um mundo cada vez mais competitivo”, acrescentou.

Batista aproveitou para citar a particularidades do País: “trabalhamos em projetos de larga em recursos naturais e infraestrutura no Brasil, pensando grande e olhando 10, 20 anos à frente. Nós temos o entusiasmo para lançar novos desafios e estamos comprometidos em aprender todos os dias. A ousadia está em nosso DNA, e isso nos inspira”.

Schwarzenegger preferiu se ater às peculiaridades do Estado que governa. “Com um espírito empresarial destemido, os californianos lançam-se em oportunidades para tentar algo novo. […] Não surpreende que este Estado tenha sido o berço da Disney, Genentech, Intel, Apple e muitos outros grandes inovadores.” Ele acrescentou que, como governador, procura alimentar esse ambiente na esperança de ali surgir o próximo Google ou Hewlett-Packard.

Também deram depoimentos Richard Branson, presidente do grupo Virgin, Mo Ibrahim, filantropo, Kumi Naidoo, diretor-executivo do Greenpeace, Martin Sorrell, presidente da WPP, e Donald Trump, presidente da Trump Organization.

Leia os depoimentos na íntegra (em inglês)

Veja a relação de premiados de todas as categorias (em inglês)

Assista à entrevista de Roger Agnelli (em inglês)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.