As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Imagem externa do Brasil não bate com a interna, diz correspondente

Jornalista acredita que interesse da imprensa no próximo presidente será menor

Carla Miranda

19 de outubro de 2010 | 14h38

A jornalista Chantal Rayes, há nove anos no Brasil como correspondente do jornal francês “Libération”, avalia que no exterior existe um entusiasmo nitidamente maior com o País do que aqui dentro, o que pode ser observado tanto na imprensa quanto na política.

“Na França, até a direita apóia o Lula”, afirma a correspondente. Ela considera que essa imagem se deve principalmente à figura do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e que isso deve mudar com a troca de presidente.

Rayes participou da elaboração de um caderno especial do “Libération” sobre o Brasil e fez uma reportagem para o suíço “Le Temps” comparando o País com a China. No jornal de Genebra, o maior em língua francesa da suíça, a reportagem constatou que a economia brasileira se desenvolve com melhor qualidade do que a chinesa.

Assista à entrevista:

chantal_rayes_liberation_reproducao.JPG

Veja também as demais entrevistas do Radar Econômico com correspondentes: Jonathan Wheatley, do “Financial Times”, Paulo Prada, do “Wall Street Journal”, Eleonora Gosman, do “Clarín”, Andrew Downie, da “Time Magazine”, e Makoto Danjo, do “Nikkei“.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.